Como Controlar a Ansiedade, Parar de Procrastinar e Começar a Estudar AGORA

Postado em Produtividade

Planejamentos sem sucesso fazem muito parte da minha rotina de estudos na faculdade.

Não há sequer uma semana que eu não durma tarde e acorde cedo demais pra concluir um trabalho ou estudar um assunto atrasado — geralmente perto de provas ou testes valendo pontos.

Este comportamento não é de agora.

Ele sempre existiu.

Pelo menos desde quando eu comecei a estudar de verdade.

Por exemplo, quando comecei a estudar para o ENEM, eu planejava estudar todos os dias da semana a maior quantidade de horas possível num dia.

Foram poucas as vezes que consegui assistir todas as aulas e fazer todos os exercícios que tinha planejado para o dia.

E isso estava acabando comigo.

  • Crises de ansiedades eram constantes
  • Eu não conseguia aproveitar meu fim de semana direito
  • Eu pensava constantemente em desistir

Passei a compartilhar um pouco dos meus sentimentos e angústias nos grupos relacionados a ENEM.

Como esperado, muitos dos estudantes passavam por esta mesma situação.

E infelizmente, a grande maioria se autodeclara insuficiente e chega ao ponto de desistir de vez.

Ganhadores nunca desistem. E desistentes nunca ganham.

Nessa pesquisa constante sobre como melhorar minha produtividade, de uma forma ou de outra eu acabei produzindo um pouco melhor naquele momento e isso resultou na minha aprovação.

Felizmente eu consegui passar na faculdade.

E aí uma nova fase na minha vida começou.

Eu era uma nova pessoa, tinha novos objetivos e responsabilidades, mas estava cometendo o mesmo erro.

De fato, todo o conteúdo que li sobre como ser um estudante melhor me ajudaram num momento, mas nunca foram efetivos magicamente em minha vida.

Também, eu achava que uma vez tentado um ou outro método, eles estariam ali presentes comigo independente de como fossem minhas ações no dia.

….pobre coitado.

Até hoje eu sofro com desorganização, procrastinação e tudo isso que impede a gente de conseguir manter uma rotina de estudos ou qualquer atividade relacionada aos objetivos mais comuns da sociedade.

  • Formar na faculdade
  • Praticar exercícios físicos
  • Aprender inglês
  • Tocar violão

Eu já tentei todos esses items e alguns falhei miseravelmente. Outros continuo tentado e outros já cumpri parcialmente.

Nessa jornada descobri na tentativa e erro que a melhor forma de conseguir manter uma rotina de estudos (ou práticas) requer um pouco de organização.

Eu não consigo ser o louco da organização. Que está de tempos em tempos anotando, organizando, e planejando as coisas. Se você consegue ser assim e gostar disso, é ótimo, mas comigo não funciona.

De tempos em tempos o que me acontece mesmo é acabar caindo novamente na pior situação que pode acontecer quando você tem objetivos a cumprir.

Que é: ter um dia completamente perdido pra procrastinação.

O problema disso eu consegui descobrir: por não manter um mínimo de organização no dia eu acabo cometendo erros que vão crescendo até se tornar uma bola de neve.

Quando vejo já são 22h. O dia está terminado.

‘Amanhã vai ser melhor’ ─ penso comigo mesmo.

Felizmente, o amanhã só é melhor se você planejar ele hoje.

Como evitar a bola de neve da improdutividade e não perder o dia nunca mais.

Controle a Ansiedade e a Procrastinação e Comece a Estudar Agora
Controle a Ansiedade e Procrastinação

Perder 01 (um!) dia que deveria ser produtivo para a preguiça é normal.

Quando você começa a acumular esta improdutividade e não consegue sair do lugar por dias, isso se torna um problema que deve ser tratado com urgência.

Eu desenvolvi um passo-a-passo que muda meu dia instantaneamente.

Nos dias que não consigo produzir nada eu simplesmente abro minha anotação e sigo-a fielmente até que em pouco tempo eu tenho meu dia recuperado.

Você deve testar uma vez se quiser recuperar seu dia e aproveitar os seguinte benefícios:

  • Conseguir dormir à noite sem o peso na cabeça de que não estudou
  • Recuperar seu dia e estudar por pelo menos 2h com bastante concentração.
  • Aprender a focar em apenas uma tarefa por vez (e concluí-la com êxito!)
  • Estudar de verdade e ainda assim ter tempo para outras coisas

Por isso, caso queira eliminar esta sensação de improdutividade e provar para si que consegue estudar concentrado, siga este post até o fim…

O Sistema Para Acabar com A Procrastinação

Se você for tão ser humano quanto eu, deve sofrer de procrastinação pelo menos umas duas vezes na semana quando tenta estudar qualquer coisa sozinho.

Os sintomas eu já até listei, são mais ou menos esses:

  • Não conseguir se concentrar para estudar o que tinha planejado
  • Se distrair com outras coisas que deveria ter resolvido outra hora
  • Ficar esperando o melhor momento para estudar. Geralmente à noite.

E o pior: tem vez que isso acontece em um dia e vou empurrando com a barriga quando menos espera chegou a sexta-feira, e mais uma vez eu falo para mim que na segunda eu vou estudar sério.

Sendo assim, depois de tanto tempo sofrendo com essa situação eu criei um pequeno sistema para eliminar esse ciclo vicioso quando eu me deparasse com essa situação de improdutividade.

  • Reiniciando do jeito certo: eliminando a ansiedade e buscando a paz interior
  • O primeiro passo: completando sua primeira tarefa em 15 minutos
  • Planejando uma vitória a longo prazo: definindo e priorizando as tarefas do dia (com recompensas!)
  • Utilidades e ferramentas: armas poderosas para manter o foco definitivo
  • O grande final: revisando a batalha e coletando as recompensas

Comece agora o passo a passo para sair do estado de improdutividade

Não se sabote dizendo que irá estudar daqui a uma hora.

Não dê play em mais um episódio no netflix

Pare o que está fazendo, passe 10 minutos organizando seu espaço para começar…

Essa é a única solução que vai salvar o seu dia hoje.

Vai ser muito melhor para você começar agora e terminar o quanto antes para ter tempo livre e aproveitar 100% o que você quer fazer para se divertir.

SEM PESO NA CONSCIÊNCIA

Essa é a melhor sensação que você vai sentir hoje caso siga fielmente o que preparamos para você.

Um desafio para si mesmo

Não será tão fácil assim…você deve estar pensando isso agora…

Eu só estou escrevendo isso para você com tanto entusiasmo porque eu passei pela mesma situação.

E quero te dizer uma coisa….

Te garanto que se você se propor a fazer o que está escrito aqui você terá pelo menos uma tarefa concluída hoje.

Portanto, comece fazendo AGORA esses passos que um estudante produtivo faz antes de iniciar seus estudos.

  • Ponha seu celular no silêncioso
  • Feche as abas no navegador de redes sociais
  • Garanta que tem tudo que precisa ao seu redor para não perder o foco

Vamos começar com o primeiro passo para tirar essa sensação de improdutividade

Eliminando a ansiedade e buscando a paz interior (03 etapas)

Um pouco de ansiedade é bom. Acredita?

Estudos sugerem que existe um tipo de ansiedade que faz a gente ficar também alegre e motivado para alguma coisa que está para acontecer.

Certamente você já deve ter sentido isso.

Aquela sensação de quando estamos perto de uma viagem empolgante.

O coração fica acelerado só de imaginar o dia.

Mas a ansiedade que estamos tratando aqui provavelmente não é deste tipo.

Se você for como a maioria das pessoas, é normal sofrer de ansiedade para fazer algumas tarefas no dia-a-dia.

Geralmente essas pessoas gastam muito tempo sofrendo porque é difícil dar o primeiro passo para muitas coisas.

Atividades que geram te deixam perdidos pois não tem um caminho muito certo para se cumprir são um dos grandes gatilhos para ativar este estado de ansiedade.

Estudar é uma dessas atividades.

Você está desbravando o novo. Buscando um conhecimento que não sabe em quanto tempo vai adquirir. E tem medo de que seu tempo gasto possa não valer a pena.

Se você estiver se sentindo ansioso para começar a estudar, abaixo estão listados 4 etapas para você eliminar a sensação de ansiedade e conseguir ficar calmo para estudar.

Etapa #1: Acabar com a Multitarefa.

Você pode pensar que está fazendo muito e sendo produtivo quando tem mais de uma tarefa sendo executada por vez.

Mas na real, seu cérebro perde a eficiência cognitiva quando fica tocando constantemente de atividade.

Dessa forma você se sente mais cansado mentalmente e acaba perdendo o interesse em estudar.

E daí que começa a formar a ansiedade. Você quer fazer o que tem que ser feito (estudar) mas o seu cérebro envia informações que está cansado.

Quando você aprender a fazer apenas uma tarefa por vez vai perceber uma mudança na sua concentração que nem havia percebido antes.

Etapa #2: Respirar fundo 10 vezes.

Uma das práticas mais eficientes para acabar com a ansiedade é a respiração.

Mas não a respiração padrão que fazemos para sobreviver.

E sim uma respiração concentrada.

Muito usada na meditação a respiração concentrada tem fortes impactos no nosso humor e se praticado regularmente remove por completo o estado de agitação interno que temos devido a ansiedade.

Antes de começar a estudar, meditar nos ajuda a ter concentração e estarmos calmo naquele momento.

Se você nunca fez meditação e quer sentir o impacto dessa prática agora, simplesmente inspire e respire no ritmo do GIF abaixo. 10 Vezes!

Inspire e respire na velocidade do gif

Etapa #3: Beber água

Esta é a etapa mais simples e também o começo para os próximos passos deste artigo.

Beber água pode te dar um impulso mental e fazer seu cérebro funcionar melhor.

Não só o cérebro mas todo o corpo, que você já deve saber que é composto 75% por água.

Então o ideal é manter um copo d’água ao seu lado enquanto estuda para tomar um gole de vez em quando e manter-se hidratado.

Realizando sua primeira tarefa em apenas 15 minutos

Pouco tempo atrás você tinha um impostor na sua cabeça lhe dizendo que por mais que você tente de todas as formas você não consegue fazer nada.

Se você acompanhou a leitura até aqui, eu sinto que esta sensação já está saindo e você já está com um sentimento de mais controle…

Já está avisado para si mesmo que você irá estudar de forma produtiva hoje.

O primeiro passo para ativar o estado de alerta no seu cérebro neste momento: completar alguma tarefa.

Não subestime essa instrução como algo que você já tinha pensado em fazer.

Por mais simples que seja a tarefa, que dure apenas 5 minutos, concluí-la será importante para ativar a chave de produtividade do seu seu cérebro.

O passo a passo com algumas sugestões para você fazer alguma tarefa se encontra baixo.

#1 Defina uma tarefa que não dure mais que 15 minutos para completar

Você pode estar se perguntando o que dura 15 minutos para fazer (e como isso vai te ajudar) ?

Eu posso te dar exemplos

Vamos supor que você precise começar uma redação sobre um tema x mas não entende nada sobre o tema.

O que você deveria fazer primeiro?

Provavelmente pesquisar sobre o assunto.

Vamos definir esse como o primeiro passo.

No processo de pesquisa, sua estratégia deverá ser a seguinte (nesta ordem):

  • Pesquisar o termo no Google.
  • Você abre entre 3 a 5 links nos resultados
  • Você ESCANEIA os tópicos (não leia tudo de imediato) para ver o que é relevante.
  • Se no site que você abriu tiver alguns tópicos interessantes, salve esta referência, se não, feche a aba e procure em outro site

Como isso vai te ajudar?

Antes de começar a escrever a redação, é importante que você leia os links que salvou para obter a informação.

Dessa forma, no momento de escrever você não vai precisar parar no meio do que tá escrevendo pra buscar informação extra.

Na verdade, este é o jeito certo de se escrever uma redação.

Você não deve escrever ao mesmo tempo que pesquisa!

Também é importante pesquisar antes de ler.

Salvar as referências e ver o que é relevante para só assim começar a consumir o conteúdo.

Pronto para definir sua tarefa?

Escrever a redação foi só um exemplo que eu dei.

Veja o que você precisa estudar hoje.

Organize o conteúdo.

Faça um planejamento dos horários que você irá estudar.

Tudo isso deve levar entre 10 a 15 minutos e após ter feito isso, adivinha?

Você já terá uma tarefa concluída e a sensação é de já ter começado.

Seu cérebro foi ativado e agora quer produzir mais!

Vamos começar a de fato organizar seu dia para ter um estudo produtivo.

Como Estudar por 2 Horas Seguidas Sem Desmotivar

Uma tarefa de 15 minutos foi o gatilho para o seu cérebro entrar no modo produtivo.

Mas como estudar por mais tempo agora?

Bem, eu poderia simplesmente dizer para você: senta e estuda.

Mas eu sei que isso não funciona.

Pode ter certeza, eu falhei miseravelmente inúmeras vezes nessa tentativa de só sentar e estudar.

Depois de algum tempo conheci alguns hacks mentais que me transformaram em outra pessoa

Para que você consiga estudar por pelo menos duas horas seguidas, eu vou te apresentar uma técnica que talvez você já tenha ouvido falar por aí na internet.

Essa técnica é popularmente conhecida como A Técnica Pomodoro.

Abaixo eu te explico com um exemplo prático como separar seu estudo com blocos de pomodoro.

Caso você já tenha estudado por ela, tenho certeza que viu que de fato a proposta é eficiente.

O que é a técnica Pomodoro?

Caso você ainda nunca tenha ouvido falar da técnica pomodoro, eu vou explicar rapidamente (até porque é bem fácil) para depois organizarmos nossos estudos com ela.

Pomodoro é uma técnica criada por um economista italiano por volta de 1980 para gerenciar as atividades em pequenos blocos de tempos de curta duração.

Francisco Cirillo, criador da técnica, passou anos estudando qual seria o tempo ideal de estudo (ou trabalho) no qual uma pessoa pudesse se concentrar por completo e realizar a tarefa de forma produtiva.

Ele descobriu depois de alguns experimentos que o tempo ideal é de 25 minutos.

Sendo assim, propôs que caso você tenha um trabalho grande para fazer, deva quebrá-lo em pedaços nos quais seja possível realizar cada um separadamente dentro de 25 minutos.

Como Estudar com Pomodoro
Como Estudar com Pomodoro

Existem umas regras a ser seguidas durante a execução do Pomodoro:

Quando o tempo tiver rolando você deverá se concentrar em apenas uma tarefa até concluí-la.

Não é permitido qualquer tipo de distração fora do contexto da tarefa que você está fazendo.

Após os 25 minutos de total imersão, você poderá descansar 5 minutos.

Essa divisão de tempo é ideal para o cérebro poder trabalhar de forma eficiente.

Os 5 minutos de descanso garantem o ‘respiro’ e mantêm tudo em equilíbrio.

Como Dividir Suas Atividades com o Pomodoro (Exemplo Prático)

Agora que você já conhece a técnica pomodoro, vamos dividir o seu tempo de estudo em pequenos blocos de 25 minutos com 5 minutos de descanso entre eles.

Lembre-se que após o 4 pomodoro, o tempo de descanso é de 30 minutos! Isso mesmo. 30 minutos!!!

E adivinha? Terminando 4 pomodoros você terá cumprindo 2 horas de estudo. O melhor de tudo: com bastante concentração!!

O exemplo abaixo mostra como eu dividiria meus estudos com pomodoro, usando o o tópico análise combinatória.

Exemplo de como organizar estudos com pomodoro
Organizando estudos com pomodoro

Como o principal objetivo do pomodoro é te manter motivado em apenas uma tarefa, é importante definir tudo o que você vai precisar para estudar sem distração nos 25 minutos definidos.

Por exemplo, se é de um livro que você precisa estudar, pesquise antes onde está o capitulo para ler e deixe-o já marcado.

Para o tempo de intervalo você pode definir previamente o que irá fazer, ou deixa-lo livre para fazer as coisas que te atrapalham no meio dos estudos. [melhorar esta frase]

Enquanto estiver estudando lembrar de alguma coisa que esqueceu de fazer, seja checar o facebook ou dar um recado a alguém pelo whatsapp, anote imediatamente e só foque sua atenção para esta coisa no tempo do intervalo.

Definindo Recompensas Para Depois do Esforço

Uma vez que você tenha definido suas atividades com Pomodoro, chegou a hora de definir algumas recompensas para desfrutar após seu esforço de estudos.

Por que é importante definir recompensas?

Resposta rápida: para que você crie um hábito de estudos ao longo prazo

A explicação resumida de forma simples está abaixo:

Para criar um hábito, qualquer que seja, você precisa de 3 etapas a serem seguidas e um número mínimo de repetições.

  • Primeiro: você precisa ter um gatilho que te lembre de executar uma tarefa
  • Segundo: você executa esta tarefa
  • Terceiro: você se dá uma recompensa por ter finalizado esta tarefa

Desta forma seu cérebro passa a associar a sensação prazerosa da recompensa com a execução desta tarefa, o que torna mais fácil de fazê-lo mais vezes, criando assim um hábito.

Então, por exemplo, se você tem atividades de lazer para fazer, como: assistir netflix, jogar vídeo-game, comer algo delicioso, ou qualquer outra coisa que te dê prazer, você pode adicionar estas atividades como recompensa que podem ser usufruídas se você terminar seus estudos do dia.

Recapitulando e planejando a semana inteira

Depois de seguir todas as etapas e organizar seus estudos com o pomodoro e definir as recompensas é hora de fazer tudo isso. Sem pensar. Sem desculpas. Só fazer.

Aqui está uma recapitulação do que fizemos hoje.

  • Acalmamos a sensação de ansiedade para estudar
  • Definimos uma tarefa simples para ativar o modo produtivo do cérebro
  • Separamos nossos estudos em blocos de tempo de foco (pomodoro)
  • Definimos recompensas para aproveitar depois dos estudos

Este sistema é exatamente o que eu faço diversas vezes quando estou precisando estudar com seriedade.

E eu te desafio: faça isso uma vez na vida.

Você vai sentir uma sensação mágica de dever cumprido e seu dia vai estar a salvo.

Para que você repita isso durante toda a semana, basta planejar os próximos dias desta mesma forma.

Caso consiga passar um período mínimo de 21 dias, esta rotina vai se tornar parte da sua vida e não vai ser mais difícil estudar sozinho.

16 Dicas Para Criar Uma Rotina de Estudos Produtiva (e mantê-la a longo prazo)

Postado em Produtividade

Quantas vezes você se prometeu manter uma rotina de estudos mas não conseguiu mantê-la e abandou depois de algum tempo?

Quantas vezes ao tentar estudar você percebeu no final do dia que nada foi feito?

Caso esteja estudando para o ENEM ou algum concurso de longo prazo, o progresso é importante e é o que vai determinar sua aprovação. A única maneira de conseguir estudar todos os assuntos é criar uma hábito diário de estudos.

Por isso queremos acabar com todos os maus hábitos de dentro de você e fazer você experimentar o poder de uma rotina de estudos produtiva.

Para isso criamos 16 dicas super valiosas que se postas em práticas vão fazer a diferença no seu aprendizado ao longo prazo.

Introduza cada uma delas aos poucos na sua rotina e já na primeira vez você terá resultados surpreendentes.

Dica: recomendo tentar mesmo a dica de número #3. Se você estiver

#1 Encontrar o Seu Horário de Pico

Muito se é recomendado começar a estudar de manhã cedo se você quiser ter mais eficiência nos estudos.

Embora seja verdade que desenvolver um hábito matinal traga muito benefícios ─ eu recomendo você tentar do jeito certo ─ não são todos os estudantes que conseguem ter um bom rendimento pela manhã.

Pesquisas mostram que nem todas as pessoas possuem seu horário de mais energia pela manhã.

Algumas pessoas herdam geneticamente a capacidade de estar mais ativo durante a noite e isso não pode ser julgado como ruim.

A questão é como e com o que você gasta sua energia no momento de pico.

Se você não está conseguindo estudar pela manhã mas percebe que dá tarde pra noite está com mais energia para estudar, tente mudar o seu horário de estudo para este momento.

Assim você gastará seu tempo com algo produtivo e manterá progresso mesmo acordando mais de 10 horas da manhã.

#2 Criar Um Hábito de Estudo

Para ter uma rotina de estudos produtiva e eficiente, é importante manter a consistência até que esta rotina se torne um hábito.

Uma vez que o hábito for desenvolvido, será mais fácil para você sentar e concentrar em estudar e não ser distraído por coisas externas.

O livro mais vendido e popular que fala sobre a criação de hábitos recomenda as seguintes etapas para transformar qualquer coisa em um hábito.

  • Criar uma deixa (gatilho) ─ Seu cérebro precisa de algo que o lembre de ativar o modo de estudos no momento que você quiser. Para isso, crie uma deixa que seja fácil de associar que naquele horário você deve estudar. Por ex, a deixa pode ser fazer um chá/café e usar uma mesma camiseta para estudar. Para não esquecer desse passo-a-passo, deixe sempre a camiseta próxima ao local de estudo.
  • Começar a estudar depois do gatilho ─ Em seguida da deixa você deve começar a estudar. Foque em um assunto e tente passar pelo menos 30min estudando sem desconcentrar.
  • Se dê uma recompensa após terminar os estudos ─ A recompensa é a fase final do ciclo e não deve ser esquecida. Ela associará o momento de estudar a esta recompensa para deixar boas lembranças na sua memória sobre estudar. Alguns exemplos de recompensa: assistir um episódio da série favorita, jogar 30min de vídeogame, navegar na internet, comer um chocolate, etc.

Estudiosos dizem que o tempo necessário para consolidar um hábito é de 30 dias.

Portanto repita este ciclo diariamente e verá que com o passar do tempo ficará cada vez mais fácil seguir a rotina.

Crie um desafio para você com o objetivo de uma semana de estudos no mesmo horário. Ao final desta semana já estará mais fácil dar continuidade nos estudos.

#3 Estudar com a Técnica Pomodoro

Os primeiros dias de estudo costumam ser difíceis para a maioria das pessoas.

Se você não estiver conseguindo manter o foco nos estudos por causa de distrações, a técnica pomodoro com certeza vai te ajudar a se concentrar.

A técnica pomodoro divide os estudos em blocos (ou ciclos)

Cada bloco possui 25 minutos de estudo concentrado e 5 minutos de descanso.

No final do quarto bloco, o tempo de descanso deve ser prolongado para algo entre 15 e 30 minutos.

Durante os 25 minutos de estudo, você não deve ser distraído por nada. Absolutamente nada!

Deixe o celular em modo silencioso, saia das redes sociais, desligue TV e deixe as abas do navegador apenas com conteúdo para estudo.

Na sua recompensa de 5 minutos, você poderá usar como bem entender. Checar o celular ou qualquer coisa.

É importante respeitar o tempo de foco e o tempo de pausa para conseguir sentir o poder da concentração. Todavia, não há problema se você modificar um pouco o seu pomodoro, veja o exemplo abaixo onde o segundo descanso tem o tempo aumentado para 10min.

Um exemplo prático de estudo com o Pomodoro.

Assunto para ser estudado: Limites e continuidade ( cálculo I )
Divisão dos estudos com 4 pomodoros:

  • Pomodoro #1: 25min ─ Vídeo aula / anotações
  • Descanso #1 5min ─ Beber água / rede social ,etc
  • Pomodoro #2 25min ─ Vídeo Aula (exemplos de resolução)
  • Descanso #2 10min ─ Refletir sobre os exemplos, fazer anotações, navegar na internet
  • Pomodoro #3 25min ─ Resolver exercícios (anotar dúvidas para pesquisar depois)
  • Descanso #3 5min ─ Comer um chocolate
  • Pomodoro #4 25min ─ Buscar dúvidas na internet, finalizar exercícios
  • Descanso #4 30min ─ Levantar da cadeira, fazer qualquer coisa.

Estudar com a técnica pomodoro vai te ajudar a reter o conhecimento devido a utilização eficiente do tempo.

Outro benefício de seguir esta dica é conseguir manter o foco nos primeiros dias para assim construir um hábito.

#4 Consumir Conteúdo Motivador

Acabar com o desanimo na hora de estudar é possível através de estímulos cerebrais.

Se você assiste um conteúdo relacionado ao seu objetivo de estudo (profissão, faculdade, pretígio social, etc) é provável que você se sinta mais animado para estudar.

Até mesmo um filme pode ser um grande motivador para você conseguir focar em terminar seus estudos do dia.

Os filmes criam uma conexão emocional com os espectadores e nos inspiram de várias maneiras:

Eles nos fazem rir, nos fazem chorar; nos fazem pensar!

Eles nos lembram que todo dia é um novo dia. Para acordar, se aventurar no mundo e fazer a diferença. A nossa diferença.

Por isso, quando estiver desmotivado, busque na internet conteúdos relacionados ao que você almeja; algo estimulante que te desperte o interesse de estudar.

Ler um artigo feito este por exemplo é um bom estimulo. Compartilhar ele nas redes sociais ajuda a outros estudantes serem estimulados também 🙂

#5 Se Imaginar Com o Objetivo Alcançado

Uma outra técnica que te vai te ajudar a manter motivação é a de se imaginar com o objetivo alcançado.

Você como já se estivesse atingido seu objetivo, seja ele passar em um concurso, ingressar na faculdade ou conseguir o emprego dos sonhos.

Imagine as coisas boas que você vai ter com esse objetivo, seja ele dinheiro, prestígio ou só o prazer de trabalhar com o que gosta.

Se deixe ser estimulado pela felicidade que você terá e use essa energia para estudar.

#6 Meditar Antes de Estudar

Adicionar a meditação na sua rotina de estudos vai te trazer muitos benefícios a longo prazo

A meditação já é comprovada uma das melhores atividades para combater ansiedade e depressão.

Mindfulness deve ser o tipo de meditação que você deve procurar fazer para melhorar sua rotina de estudos.

Mindfulness significa ter atenção plena com as coisas que estão acontecendo no momento presente. Uma simples seção de 10 minutos pode te deixar mais concentrado e relaxado para estudar.

O vídeo a seguir é uma meditação guiada para melhorar seu foco.

Meditação para manter foco nos estudos

Pratique o mindfulness antes de começar a estudar para tornar mais claros seus pensamentos e esquecer o que estiver roubando sua concentração.

#7 Desligar notificações

Esta você já deve ter lido várias vezes e escutado de algumas pessoas também.

Mas você de fato desliga as notificações do telefone para estudar?

Não adianta botar no modo de vibração pois você vai escutar o barulho e sua atenção vai ser desviada.

Assim como recomendamos na dica de pomodoro, é importante que você tenha um tempo de concentração nos estudos sem que nada te atrapalhe.

Portanto, faça o seguinte antes de começar a estudar:

  • Feche as abas de redes sociais
  • Deixe o celular no modo silencioso
  • Desligue a televisão (se estiver perto de uma)
  • Fale para as pessoas não te interrromperem

#8 Usar sons ambientes

Se você for do tipo que gosta de fazer tudo com música, ao estudar você também vai querer ouvir sua banda preferida.

Mas e se ao invés de escutar música que você conhece e gosta você começasse a escutar músicas instrumentais e calmas que passam despercebidas, será que seria melhor?

Estudos sugerem que sons ambientes e pequenos ruídos sonoros tem um grande estímulo na criatividade e processamento cerebral.

As pessoas que fazem trabalho intelectual costumam melhorar de produtividade quando estão fazendo seu trabalho ouvindo sons ambientes.

Existem uns tipos de sons chamados white noise que são perfeitos para trabalhar ou estudar.

Sons ambientes (como o som da chuva) também costuma ser um ótimo estimulante para estudo.

Existe um site incrível chamado noisli que simula sons ambientes diretamente no browser e você ainda pode definir um temporizador para o som parar sozinho.

O tempo padrão é o tempo de um Pomodoro, por isso eu recomendo iniciar um tempo de pomodoro e ativar o som para começar a estudar.

#9 Ter Um Dia Para Organização/Descanso

Para conseguir manter uma rotina de estudos ativa, você vai precisar também de um pouco de organização.

Não necessariamente um dia, mas algumas horas de um dia da semana deve ser destinado a organização da sua semana.

A quantidade de horas destinadas para a organização varia de pessoa para pessoa, mas eu estimo que entre 01 e 02 horas é suficiente.

Também se dê um tempo para descanso após a organização.

Procure alguma atividade que você goste de fazer e te faça esquecer os estudos por um momento.

Alguns pontos importantes para se pensar no dia da organização:

  • Qual o foco desta semana?
  • Vai haver algum evento especial? ex: aula ao vivo, aulão, etc
  • Tenho algum compromisso que pode afetar meu horário de estudo?

Assim você deve escrever em um calendário / papel o que deve ser feito em cada dia da semana. No seu caso, o que deve ser estudado.

#10 Comer Saudavelmente

Não é só da mente que se deve prestar atenção na hora de estudar.

Pesquisam mostram que quanto melhor e mais saudável nós comemos melhor nos sentimos mais focados ficamos para executar a tarefa da vez.

Se você está comendo coisas doces com muita frequência, bebem muito café ou ingerindo alimentos gorduroso, é provável que você se sinta mais lento, nervoso ou sem paciência.

Proteínas de carne magra, peixe e ovos, frutas, nozes e grãos integrais são alimentos que ajudam a manter o cérebro mentalmente alerta.

Se estiver com fome enquanto estuda dê preferência para snacks mais saudáveis como barra de cereal ou uma fruta.

Lembre-se também de manter-se hidratado com água sempre.

Uma dica extra é que frutas como bananas e laranjas têm açúcares naturais que lhe darão sustentação pra quando você estiver se sentindo para baixo e quiser pular fora.

#11 Ter uma lista de tarefas diária

Quando chegar o dia de você estudar, a única coisa que você deve se preocupar é em estudar mesmo.

Não deixe que as coisas que você tem para fazer durante um dia fique pipocando na sua cabeça enquanto tenta se concentrar.

Construa no dia anterior uma lista de tarefas que precisa cumprir e deixe ao lado da sua mesa de estudos.

Lembre-se de consultar ela regularmente e marcar quando uma tarefa for concluída.

Assim você mantém o controle do que foi feito e ainda falta fazer e aquela lembrança repentina que tira sua concentração não vai acontecer mais.

#12 Se Exercitar Regularmente

Exercita-se regularmente te ajuda diretamente a melhorar seu foco e produtividade.

Este artigo de Havard conta que um estudo feito pela Universidade Britânica da Columbia revelou que exercícios aeróbicos ─ esses que aceleram seu coração e te deixam suando ─ parece aumentar o tamanho do hippocampus, a area do cérebro que envolve memória e aprendizado.

The benefits of exercise come directly from its ability to reduce insulin resistance, reduce inflammation, and stimulate the release of growth factors—chemicals in the brain that affect the health of brain cells, the growth of new blood vessels in the brain, and even the abundance and survival of new brain cells.

Os benefícios de exercitar-se vem direto da sua habilidade de redução de resistência de insulina, redução de inflamações e liberações de fatores de crescimento ─ químicas no cérebro que afetam a saúde das células cerebrais e o crescimento de novos vasos sanguinios no cérebro, e até a abundância e sobrevivência de novas celulas.

Harvard Health Letter ─ https://www.health.harvard.edu/blog/regular-exercise-changes-brain-improve-memory-thinking-skills-201404097110

Neste experimento cientistas descobriram que fazer exercício com regularidade melhora não somente seu bem estar mas a capacidade de funcionamento cognitiva.

O experimento foi feito com grupos de ratos divididos entre ratos novos (4 semanas de vida) e ratos de idade média (1 ano e 2 meses).

Alguns desses grupos de ratos faziam natação periodicamente.

A natação era feita 1h por dia, 5 dias por semana durante 9 semanas.

Os grupos que estavam fazendo exercícios tiveram melhor performance cognitiva do que os outros grupos, independente da sua idade.

#13 Estudar em um local confortável

A sua postura na hora de estudar vai determinar quanto tempo você aguentará passar estudando.

Para que você consiga manter-se concentrado na sua rotina de estudos, é importante que o lugar onde você vá estudar seja confortável.

Não é necessário muito luxo. O mais importante é manter uma postura correta para evitar dores nas costas e nos braços.

Aqui vão umas dicas para manter uma postura correta na hora de sentar.

  • Mantenha a altura do monitor alinhado com sua cabeça (ou o mais próximo disso)
  • Evite curvar-se para frente
  • Deixe seus joelhos dobrados em 90 graus

#14 Foque em apenas uma tarefa

Há um tempo atrás tinha-se o entendimento qude que para ser mais eficiente você precisaria fazer mais coisas num mesmo tempo.

Assim que você aprender a como evitar multitarefas  e focar em apenas uma tarefa por vês, ficará surpreso como seu nível de produtividade evoluiu.

Faça o teste por si só seguindo essas dicas e aprenda a focar em apenas uma tarefa por vez:

  • Evite olhar notificações do celular
  • Determine um horário para foco e descanso (lembre-se do pomodoro)
  • Não tenha medo de dizer não (caso alguém te peça algo)
  • Limpe seu espaço de estudos

#15 Utilize Variadas Técnicas de Estudo

Embora alguns sugiram que cada pessoa tem um estilo de estudo ideal, eu gosto de recomendar (baseado em pesquisas cientificas) que cada estilo de estudo serve para cada caso.

Por exemplo, se você quiser memorizar algum fato histórico, pode-se fazer o uso de mapa mentais para construir ilustrações/textos dos pontos mais importantes.

Quando estiver aprendendo física, você pode criar palavras associativas para as fórmulas.

Ex: Vo é ateu. (Função horária da velocidade no MUV)
V = Vo + At

Algumas outras técnicas de estudo conhecida:

  • Técnica de Freynman: Após estudar um assunto complexo, simplifique como se tivesse explicando para uma criança de 5 anos. Depois fale em voz alta ou apresente para alguém. Isso te ajudará a memorizar.
  • Apresentação Através de Audio: Gravar o áudio como se tivesse apresentando um assunto para alguém. Ouvi-lo depois e verificar quais partes estão faltando.
  • Método Robinson (EPL2R): O método Robinson consiste de 5 passos: explorar, perguntar, ler, rememorar e repassar. Você deve pegar um material de estudo (livro, por ex) e fazer uma leitura rápida dos tópicos, depois criar perguntas sobre os tópicos lidos, depois ler com calma para adquirir a compreensão, dar uma pausa de descanso para relembrar o assunto depois e em seguida ensinar a outra pessoa o assunto aprendido.

Vá experimentando as técnicas de estudo e escolha a mais adequada para cada assunto estudado.

#16 Faça Anotações

Uma dica fundamental para evitar interrupções durante seu tempo de estudo é deixar um bloco de notas e caneta junto da sua mesa.

Assim, sempre que algo tiver tirando sua concentração você pode anotar qual a próxima ação a se fazer para resolver aquele problema.

Dessa forma você tira da sua cabeça esta distração e foca apenas no estudo.

Caso esteja usando a técnica pomodoro, pode usar o tempo de pausa para organizar melhor a tarefa pendente anotada.

Por ex, se for algo urgente e dê pra fazer nesse instante, por que não fazê-la?

Se for algo que precisa ser agendado, deve-se anotar qual dia e hora esta tarefa deve ser cumprida.

Também se você tiver alguma dúvida relacionada ao assunto, esta pode ser anotada no bloco de notas para ser pesquisada depois.

Lembre-se da dica de número #14. O objetivo é focar em apenas uma tarefa por vêz.